Sem Título

A razão não existe,
As emoções navegam de encontro à liberdade,
Energias atraem-se, materializam-se, conspiram-se.

Para todo um início, existe um fim,
Para todo fim, existe um início,
Perceba,
O sol se vai ao fim da tarde,
A lua se põe ao fim da noite,
Existe um ciclo, cada ciclo em seu tempo,
Cada tempo em seu acorde,
Cada acorde em seu lugar.
Ciclo repetitivo, insistente, incansável.

Já navegou num barco sem velas?
Você não dita a direção.
Já tentou amar sem amor?
Ilusão, doce. Ilusão.

Quem me dera se a prece me ouvisse,
Quem me dera se a pressa não me existisse,

O que ainda move, é o amor,
Ainda que seja
Ilusão, doce… Ilusão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s