Fluxo

Manner of Speakin – Nouvelle Vague tocando na playlist. Não sei ao certo o que escrever, acho que a musica é uma boa forma, acho não, tenho certeza absoluta que é uma excelente forma para nossa criatividade e sentimentalismo se unirem e criar algo com verdade. Tudo bem, isso pode ser uma tragédia de vez em quando, mas jamais será descartada essa união.
Sabe, o que eu escrevo aqui tem um sentindo, obviamente tem um sentido. Se existem visualizações ou não, pouco me importa. Continuo  com minha tese, que já deve existir, chamo de minha tese por eu ter descoberto sem ler sobre, ou saber se realmente existe: O Fluxo. Nossa cabeça não aguenta ser totalmente vazia, digo não vazia de massa cefálica mas vazia de idéias, vazia de “vago”, vazio de “inútil”, e por outro lado também não suporta ser cheia, cheia de problemas, cheia de preocupações, cheia de culpa, é algo sério… Se as idéias entram e saem, existe um fluxo, não existe o monopólio do vazio, ou do cheio. Não existe felicidade onde só existe um ou outro. É uma constante troca, questão de sobrevivência mental mesmo, você pode ter teus braços perfeitos, nadar, fazer um arremesso, socar alguém… Pode ter suas pernas, correr, chutar, enfim, seu corpo pode ter o que qualquer corpo perfeito em questão de órgãos, membros, mas, a cabeça cansa. Seu corpo descansa, sua mente não para… Fluxo. Fluxo, Se entrarem, façam com que também saiam, de alguma forma, tem de haver um escape. Um mergulho, um bom livro, uma paisagem, vá fotografar, é questão de sobrevivência…
So We Meet Again My Heartache na agulha.
Voltando à questão do que escrevo, realmente pouco importa se alguém lê isto, ou não mas a probabilidade é maior, do que só eu. Mas, olhando só por esse lado, eu poderia muito bem escrever em um papel qualquer, guarda-lo em um lugar qualquer. Ou escrever em um lugar especial e guarda-lo em um lugar especial. Não… Posso ser oculto mesmo escrevendo em aberto, ao publico. Já ouviu Nirvana? Se não procurar as explicações para as letras, certamente não vai entender o porque de um louco no vocal berrando Rape me, ou o porque raios uma musica chamada Chá de Poejo (Pennyroyal Tea). Da mesma forma, se eu quiser escrever algo que só eu entenda, mas que seja publicado, beleza, me esvaziei e talvez te enchi de dúvidas, ou te enchi o saco, não entendeste porra nenhuma e foi-se embora. Sem problemas.

Euphoria – Silence In Everywhere…
Só mais uma… Porque ouvir sua musica preferida na rádio é mais empolgante do que ouvir em sua playlist? Primeiro porque você sabe que só acontecerá uma vez em mil, então já existe um momento especial, de atenção, de saborear o som de uma forma mais detalhada, é onde a mão sente uma atração forte, eloquente pela rolagem do volume e você diz por “instinto do compartilhamento”: “ohhh…. essa música é…” A música tem um significado maior, é até estranho, se ninguém gosta você gostaria que os mesmos  ouvissem ou gostassem. Se muitos gostam, você tem raiva de quem gosta, porque conheceu primeiro ou porque gosta mais. Que paranoia do c…. OK. Voltemos. Segundo, porque aquela música por algum sentido está tocando, e claro, abrange muito mais pessoas, do que só você. E isso é interessante, compartilhar é empolgante, em algum lugar, alguém vai estar compartilhando os próximos 3 minutos pelo menos, de alguma forma. Correndo, lendo, transando, pelado no banho, no carro, ou até chorando.
Compartilhar, se assemelha ao fluxo, mas acho que mais completo. Esvazia-se e Completa-se quando se compartilha. É o fluxo do fluxo, É o que tenho feito aqui por alguns anos… Tornei a fazer neste instante. Mas agora sei porque faço.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s