Solo

Tudo depende do teu solo,
Ser, estar, estado monocromático, apto a ser somente um solo,
Pegue um violão, emita um som único, e ele será solo.

Tudo depende do teu solo,
Onde pisa? Onde está? Onde enraiza-se?,
Que teus pés reconheçam teu solo.

Em meu peito, meu coração é solo,
Do que colhi, não me arrependo em ter perdido juizo,
Plantei em ti o que cultivo, e ainda não tive prejuízo.

Caminhe pelos campos e verás um solo,
Caminhe pela cidade, e verás outro solo.
Viva, e hora ou outra estará solo, acima do solo,
Morra, e estará solo, debaixo do solo.

Alan Pimentel

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s